"Absinto" é uma bebida destilada feito da erva Artemisia absinthium. Anis, funcho e por vezes outras ervas compõem a bebida. Ela foi criada e utilizada primeiramente como remédio pelo Dr. Pierre Ordinaire, médico francês que vivia em Couvet na Suíça por volta de 1792.É também conhecido popularmente de fada verde em virtude de um suposto efeito alucinógeno. Absinto, o blog, é um espaço para delírios pessoais e coletivos. Absinte-se e boa leitura.

terça-feira, 8 de março de 2011

Blue

Escrever me proporciona um profundo prazer. É nas palavras que consigo transmitir muito dos meus sentimentos. Sempre desejei ter o dom de escrever fora as obviedades do ser humano. Mas percebo minhas limitações. Mediocridade. Este é o sentimento que tenho em minha alma. Também me reconheço medíocre na dança e no canto, artes que gostaria muito de dominar mas que não passo da média.

Não tenho nenhum talento para pintura, embora no ano passado tenha iniciado alguns rabiscos em pincel.

Tenho que confessar que sou mediana. E, para não ser uma artista da mediocridade, me restaria o papel de mecenas. No entanto, as poucas moedas que recebo não me permitem financiar mais do que algumas poucas entradas em teatros alternativos e shows de cantores locais – atividade cada vez mais escassa diante da minha condição de mãe de filho pequeno. Neste quesito, espero não ser um arremedo e completar a minha obra.

Ando com o coração apertado. Sem caminhos certos (e quem os têm?).
Mas escrever me faz bem, então, por favor, aturem o meu desabafo. Ou passem batido para páginas mais alegres e felizes.

A tristeza é algo inerente a alma feminina. Vem em fases, como a Lua. Algumas vezes duram mais. No entanto, dizem muito do nosso íntimo e do quanto fomos feridas.

Sinto saudades de horas mais prósperas, dias esperançosos, sem chuva.
Onde dúzias de rosas vermelhas me surpreendiam no portão. Eram outros os carnavais.

19 comentários:

  1. Você tem todo o direito de derramar o que lhe atormenta.
    É como deixa o rio levar.

    Bjs.

    ResponderExcluir
  2. Oi Malu,sorry rsrsrsr nao sei de onde tirei essa ideia que seu nome era Lucy rsrsrs acho que confundi vc com outra amiga kkkkkk eu nao me aguento!!!Nao fica triste nao querida,eu sei que tem dias que amanhecemos assim .Mas Deus e contigo .Obrigado pelo comentario no blog adorei a sua visita bjs

    ResponderExcluir
  3. Queria escrever mal como escreves...
    Ter a sensibilidade que tens...
    Ter o bom gosto para a arte que tens...
    Queria te ofertar duzias de rosas para alegrar seu dia.
    Quem dera que a vida fosse um eterno carnaval...

    Um grande beijo pra ti, minha querida amiga.
    Logo logo o sol volta a brilhar...ele sempre brilha...mesmo para quem tem luz propria como tens.

    ResponderExcluir
  4. Malu, desculpe-me.
    Meu comentario foi com o nick da minha filha Priscila.
    Esse negocio de usar meu PC.....URG

    bjo

    ResponderExcluir
  5. Malu...
    Outro dia lí numa postagem que blog é pra coisas alegres.
    Blog é para o que voce quiser.É seu espaço e para os que se identificam com ele. As vezes transforma-se numa amizade, outras numa amizade colorida, alguns em casamento.
    Acho muito difícil entrar aquí para lhe fazer um favor. Acho mais difícil ainda simplesmente "aturá-la".
    Voce tem o dom de nos encantar com o que escreve.
    Quantas vezes esperei ansiosa por um novo post.
    Acredite Malu: até sua tristeza voce traduz com beleza que nos anima a não ficarmos tão carrancudos quando a vida imperfeita vem nos trazer suas histórias.
    É minha amiga, temos que estar preparadas com um repertório variado.
    As Polianas que me perdoem, mas realidade com nossas dores, desamores, apertos e imperfeições é fundamental.
    Por favor, escreva sempre. Não nos deixe sem seus textos maravilhosos.
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  6. Malu
    Desejo do coração que essa tristeza passe rapidinho e continue a escrever sempre o que lhe vai na alma, porque tudo quanto escreve até mesmo as coisas tristes me deixam a meditar.
    Beijinho

    ResponderExcluir
  7. Malu,

    Creio que é do ser humano o desejo de ser aquele ente especial em que muitos o reconhecem.
    No escrever vc suplanta muitos de nós. Aliás, se ouso fazer esse comentário é porque me inspiro em vc.
    Ser grande mais que para os outros é importante sermos grande para nós mesmo e ser grande se exprime na coragem se fazer um blog, em escrever de coração aberto como vc faz, buscar novas formas de expressão.
    Muitas vezes as rosas não veem mas isso não quer dizer que o amor se esvaiu.
    Quem sabe o doador de rosas não está em crise?
    Isto não quer dizer que ele não lhe continue a amar, e muito.
    Assim, mesmo considerando-se medíocre é muito importante beber na sua alegria e na sua tristeza.
    Continue a escrever.
    Beijo grande.

    Paulo

    ResponderExcluir
  8. Malu, amiga que adoro de graça !



    Passar batido sem te ler , só se for alguém louco ... Aqui encontro
    as palavras , sentimentos , lembranças que mais te tocam.

    Sou sua fã incondicional ...
    Afinal , o que é a vida senão uma mistura de lágrimas e sorrisos ,
    sossegos e desassossegos ?


    Eu que digo ...
    " Se todos fossem iguai a você
    que maravilha viver ..."


    Bjo com carinho

    ResponderExcluir
  9. Malu, amiga que adoro de graça !



    Passar batido sem te ler , só se for alguém louco ... Aqui encontro
    as palavras , sentimentos , lembranças que mais te tocam.

    Sou sua fã incondicional ...
    Afinal , o que é a vida senão uma mistura de lágrimas e sorrisos ,
    sossegos e desassossegos ?


    Eu que digo ...
    " Se todos fossem iguai a você
    que maravilha viver ..."


    Bjo com carinho

    ResponderExcluir
  10. Malu, te entendo, e como! O medo da mediocridade é uma sombra que persegue a todos nós...Pensa que eu tb não tenho esse medo? Tenho sim! Mas acho que a gente precisa ter coragem pra enfrentar esses medos, ouvir opiniões e eu não te acho nada mediocre! Pelo contrário, vc está muito acima da media do que eu vejo por aí... Vc escreve divinamente, sabe transportar seus sentimentos para as palavras e nos emocionar, sempre. Quanto às rosas, dúzias delas, estou te mandando em pensamento...beijos,

    ResponderExcluir
  11. Malu,

    Você diz que não sabe escrever, ou que, não escreve como gostaria, fala de mediocridades (sim, temos várias, todos nós as temos!), mas queria lhe dizer que tuas últimas frases no texto me deixaram arrepiada. Creio que você parou onde deveria ter começado. Não sou de fingir sentimento, não finjo dor nem gozo, digo-lhe, arrepiei-me porque você tocou num canto meu.

    Quanto ao livro do Franck Santos, farei outros posts a respeito. A ideia foi tirar do ar, mas voltar de vez em quando. Uma boa propaganda é aquela que não deixa esquecer. Mas, adorei o teu comentário, foi um incentivo, um apoio. Obrigada!

    Um abraço,

    Suzana/LILY

    ResponderExcluir
  12. Já sei porque se diz mediocre
    Foi por lhe ter chamado alma gémea
    e usar o mesmo truque
    de pensar
    sonhar
    e depois de um sonho sonhado
    deixá-lo escorrer pelo teclado
    com plavras certas
    duras, doces, meigas
    abertas

    Para mediocre não está nada mal
    e eu quero ser igual

    É bonito o seu azul, já lhe disse...

    ResponderExcluir
  13. Oi Malu
    Tem hora que baixa mesmo uma tristeza repentina. Faz parte da vida. O que não podemos é nos deixarmos abater por ela, e sempre acreditar que amanhã será muito melhor.
    Bjux

    ResponderExcluir
  14. OláMalu,
    Adorei sua visita e comentário tão carinhoso.
    Queria ter o dom da palavra como vocÊ.
    Cheira a poesia, gosto muito e tristezas?Quem não as tem, não é verdade?
    Mas sempre digo que o nosso amigo "tempo" é o nosso melhor aliado.
    Beijos e fica bem.
    jud-artes.

    ResponderExcluir
  15. Paulo Gawryszewski10 de março de 2011 21:16

    Malu,

    Como sei que você está inteira no que faz, no que escreve, lembro-lhe um trechinho de Fernando pessoa.

    Para ser grande, sê inteiro!
    Nada teu exagera ou exclui.
    Sê todo em cada coisa,
    Põe quanto és no mínimo que fazes.
    Assim em cada lago a lua toda brilha,
    Porque alta vive.

    Beijo,

    Paulo

    ResponderExcluir
  16. Olá, Malu!

    Obrigada pela sua visita e comentário no meu blog.
    Adorei seu texto!
    Entramos agora em um período de reflexão e renovação. Aproveitemos para tirar as melhores lições e aprendizados.

    bjkas

    ResponderExcluir
  17. Agradeço a todos o carinho recebido que aqueceu meu coração.

    Beijo grande,

    ResponderExcluir