"Absinto" é uma bebida destilada feito da erva Artemisia absinthium. Anis, funcho e por vezes outras ervas compõem a bebida. Ela foi criada e utilizada primeiramente como remédio pelo Dr. Pierre Ordinaire, médico francês que vivia em Couvet na Suíça por volta de 1792.É também conhecido popularmente de fada verde em virtude de um suposto efeito alucinógeno. Absinto, o blog, é um espaço para delírios pessoais e coletivos. Absinte-se e boa leitura.

domingo, 20 de novembro de 2011

Tá tudo certo. Ou não?



Cansada estou, esgotada.

As forças anímicas parecem sair do meu corpo. Ontem tive uma dor de estômago maluca. Ou melhor, deve ter sido uma dor enviada pelos anjos para que eu ficasse de repouso e desse uma trégua a correria. 

A fadiga não tem haver com cansaço físico, mas mental. O que me faz ficar sem vontade de sentar e compartilhar qualquer escrito neste diário virtual de pensamentos. Mas sinto falta. Sinto falta deste exercício. Sinto falta de conversar sobre assuntos que me caem nas mãos inesperadamente.

Mas hoje, hoje apenas deixo um olá, um estou por aqui, ainda, curtindo este frio e engolindo sapos que não posso desabafar. Por hora. E talvez nunca me permita.

Os salmões lutam tanto para nadar contra a correnteza e se reproduzirem e a maioria morre nesta tentativa. Não por cansaço, mas pela quantidade de cortisol que produzem em seu corpo para vencer a situação de stress.

Não quero morrer de cortisol. (Mais nobre seria me embebedar de absinto). Se a chuva parar, vou fazer uma caminhada até à Lua. Talvez chegue até Marte, deus da guerra. Ando precisando recrutar alguns soldados para dizer umas verdades por aí.



11 comentários:

  1. Malu,

    A gente vive num mundo onde a gente aprende em casa uma taboada, mas a vida te mostra que aqui fora cada dia mais 2 e 2 são 5.....
    É pora dar dor de barriga mesmo!
    Se cuide.

    É muito bom ter você aqui de volta.

    bjos procê

    ResponderExcluir
  2. Tenho notado sua ausência Malu e como faz falta à blogosfera.
    Espero que recomponha suas forças e retorne inteira.
    um grande abraço carioca

    ResponderExcluir
  3. Adorei o ultimo parágrafo! Bom demais! Eu também nao quero morrer de cortisol, que seja de absinto, muito melhor!

    Beijos,

    Suzana/LILY

    ResponderExcluir
  4. Oi Beth, obrigada pelo carinho. Vamos aguardar a conjunção de saturno apra ver se os astros conspirem a meu favor!

    ResponderExcluir
  5. Ei Susana ! Abaixo o cortisol! rss Pelo menos o absinto nos oferece delírios mais interessantes rss

    Bj grande !

    ResponderExcluir
  6. Malu
    Bem vinda querida!!!
    Estamos a viver num mundo muito mau, onde não se pode ser verdadeira ou justa, não foi por este mundo de hipocresia, falsidade e egoismo que sonhei e lutei. Sei que não deve ser fácil engolir sapos, por eu não os engolir é que tenho levado cada trambolhão que até dói, com dificuldades mas tenho-me levantado a todos eles. Mas é com as quedas que aprendemos, são as ferramentas da universidade da vida.
    Beijinho e uma flor

    ResponderExcluir
  7. Flor, obrigada pela sua mensagem. Não sabe com me conforta. Sei um pouco da sua luta. A Universidade da Vida por vezes nos exige toda energia.

    Bjs e obrigada pela Flor!

    ResponderExcluir
  8. Tem horas que a vida é complicada, como fecham os caminhos pelas correrias da vida.

    vc faz mta falta na blogosfera, mas blog tem que ser feito por prazer e não por obrigação né. senão vira rotina, uma chatice além das chatices que todos os dias estão ai pra gente engolir.

    o negócio é ir no ritmo que dá, do jeito que dá...e não do jeito que deveria ser.

    o meu blog está tb em slow motion rs.

    boa semana!

    ResponderExcluir
  9. Amiga,

    Também estava assim. Esgotada!!! Sentia que se continuasse a trabalhar no Hospital ia adoecer!!! Mas, fiz o que capitão Nascimento fala: "Pede para sair, soldado". Consegui minha remoção para o IGC / Campus Pampulha e sinto minhas forças voltarem.
    Espero que Deus te ilumine para que você encontre um caminho mais saudável e menos estressante. Ou então te dê forças para não morrer de cortizol nem absinto!!! Beijos.
    A sumidisssima amiga Mara.

    ResponderExcluir
  10. Tem momentos que tudo parece de fechar, mas com calma tudo vai se abrindo novamente. A vida é assim.
    Você faz falta a blogosfera. Beijos

    ResponderExcluir