"Absinto" é uma bebida destilada feito da erva Artemisia absinthium. Anis, funcho e por vezes outras ervas compõem a bebida. Ela foi criada e utilizada primeiramente como remédio pelo Dr. Pierre Ordinaire, médico francês que vivia em Couvet na Suíça por volta de 1792.É também conhecido popularmente de fada verde em virtude de um suposto efeito alucinógeno. Absinto, o blog, é um espaço para delírios pessoais e coletivos. Absinte-se e boa leitura.

quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

Minha idéia é meu pincel - A festa do boi manhoso

Antônio Poteiro - Bumba-Meu-boi

- Meu boi, meu boi, vamos dançar?
- Dançar na chuva?
- Aí é que é bom.
- Tem muita gente.
- Eu gosto de gente. Gente colorida, alegre.
- Gente sem dente, gente mal vestida.
- Meu boi, meu boi, essa gente, é o nosso povo! Sou eu, sou você.
- Eu não! Eu sou Rei!
- Você, meu querido, é rei deste povo!
- Gosto não. Crianças remelentas ficam ralando a mão em mim
- Mas te enfeitam com flores, brocados de ouro, manto dourado a te cobrir    
   com capricho.
- E esses jacarés, o que fazem na minha festa?
- São seus guardiões, meu Rei!
- Tem violeiro?
- Um montão.
- Então eu vou. Só porque gosto de música.


------------------------------------------------
Este quadro me deu imenso prazer em descrevê-lo. Salve mestre Poteiro! A mistura de costumes da tradição oral vindas das terras lusitanas, unidas à realidade brasileira de negros e índios, nos deixa como herança este colorido. Um retrato da nossa cultura formada de tantos povos, traduzida nas ruas de tantas cidades. Minha ideia é meu pincel. Quer participar? Vá ao blog da Glorinha de Lion e entre nesta brincadeira!

20 comentários:

  1. Primeiro tem que dizer por que sumiu tanto assim!
    Por quê?
    E segundo, o "Bumba Meu Boi" é uma manifestação linda do nosso folclore. No Noerdeste os eventos são concorridíssimos e aplaudidos.
    No Norte é conhecido como "Boi Bumbá".
    É o Brasil bonito de se ver.

    Bjs.

    ResponderExcluir
  2. EStou fazendo papel de turista embasbacado
    Sem me reconhecer nestas festas, nem mesmo um bocado...
    (será porque não conheço o próprio folclor do meu país?)

    ResponderExcluir
  3. Malu, vc é mesmo ESPETACULAR! Conseguiu de forma linda falar da tela, do Bumba, de tudo, com tanta graça e dando um toque regional...amei seu post! Um dos mais lindos entre tantos lindos que já fez. Obrigada Malu, vc me encheu de alegria com sua participação, beijos,

    ResponderExcluir
  4. Que linda sua participação, Malu!
    E o folclore brasileiro, carregado de mistura de raças, nos enche de inspiração para discorrer sobre este e muitos outros temas, principalmente quando temos em frente uma bela tela como esta de Poteiro.
    beijinhos cariocas

    ResponderExcluir
  5. Ficou lindo Malu!
    Parabéns! Amei.
    Beijo grande
    Astrid Annabelle

    ResponderExcluir
  6. Malu,

    Sensacional...
    Ficou muito boa a sua visão da tela e o seu texto do Bumba Meu Boi.
    É a valorização da maravilha de nosso folclore

    Parabéns pela postagem

    bjo

    ResponderExcluir
  7. Ao olhar para o quadro, dei comigo a pensar que ao longo da vida, vi muitas exposições e visitei inúmeros museus, mas o que retenho com nitidez, é que nunca parei nas salas dedicadas ao naif. Tenho a certeza que é uma falta de sensibilidade minha. O naif também nunca foi a minha praia no que toca à arte.

    Ao ler alguns posts, estou a aprender oq ue quer dizer 'Bumba, Meu Boi'.

    Aproveito para me despedir da blogagem coletiva, que nos trouxe experiências muito interessantes.

    Agradecido.

    ResponderExcluir
  8. Guará, querido,

    O que me tem mantido longe dos blogs (incluindo o meu) é o trabalho. Esta época de fim de ano a coisa aperta muito no meu setor.

    Hoje tem festa beneficente (estou uma pilha!), semana que vem um culto ecumênico.

    Ou seja, estou sem cabeça direito nem para escrever nem para ler os amigos.

    Mas isso passa! Aí eu volto. Pode esperar!

    Beijo grande e obrigada pelo carinho

    ResponderExcluir
  9. Ficou demais o post!
    vc traduziu a tela, ao ler senti que o quadro ganhava vida, como se a festa acontecesse em minha mente.

    Sempre vc surpreende, Malu! Sabia que vc ia dar um show nessa blogagem.

    eu tb ando numa correria, fim de ano é complicado... fico com saudades das suas belas postagens, adoro seus textos.

    bom dia!

    ResponderExcluir
  10. Amei, cadencia no descrever esta tela tão sugestiva da nossa cultura.
    parabéns.

    ResponderExcluir
  11. Muito bonita a sua participação. Um vídeo que nos leva para junto de toda a manifestação.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  12. Olá Malu muito interessante a tua abordagem a essa festa popular, que eu desconhecia, mas tratei logo de saber o que era. Uma festa popular multiétnica e que eu tanto aprecio, porque vivendo na cidade nessas festas me sinto mais povo e com uma disposição diferente!
    Beijos,
    Manú

    ResponderExcluir
  13. Através desta sua participação fiquei a conhecer melhor este quadro e o tema :) obrigada!
    Namasté

    ResponderExcluir
  14. Olá, Manu querida
    Hoje é dia de festa, todo mudo a bailar com o boi tão colorido!!!
    Ficou lindo o seu post e o vídeo a ilustrar com galardão.
    Amanhã tem sorteio no meu Blog IDADE pra quem participou dessa Coletiva... passa lá, vou esperar vc, tá?
    Abraços fraternos e bjs de paz.

    ResponderExcluir
  15. Linda postagem, Malu!! Emoção, alegria, inspiração, arte do coração!! Parabéns!! Um grande beijo, boa noite :)

    ResponderExcluir
  16. Malu,

    Estou com saudades. Não estou recebendo seus recadinhos!!! O que esta acontecendo!!!! Beijos.

    Mara

    ResponderExcluir
  17. Oi, Malu!


    Adorei o diálogo! Gosto de apreciar os folguedos do povo, a celebração da vida, na diversidade de culturas.
    Bela participação, Malu.

    Abração
    Socorro Melo

    ResponderExcluir
  18. malu querida corre la no meu blog que tem sorteio, só deixar seus dados.....bjos

    ResponderExcluir
  19. Não consigo beber absinto...Sinto muito!

    ResponderExcluir
  20. Engraçado, alguns viram o boi bumbá, mas um convivio mais harmonioso com os animais...

    Fique com Deus, menina Malu Machado.
    Um abraço.

    ResponderExcluir