"Absinto" é uma bebida destilada feito da erva Artemisia absinthium. Anis, funcho e por vezes outras ervas compõem a bebida. Ela foi criada e utilizada primeiramente como remédio pelo Dr. Pierre Ordinaire, médico francês que vivia em Couvet na Suíça por volta de 1792.É também conhecido popularmente de fada verde em virtude de um suposto efeito alucinógeno. Absinto, o blog, é um espaço para delírios pessoais e coletivos. Absinte-se e boa leitura.

sexta-feira, 2 de agosto de 2013

O Rei acuado




Sempre admirei os jogadores de xadrez, aqueles que conseguem ficar horas pensando estratégias, antecipando cada passo de seu adversário. Xadrez é o jogo dos reis e nas grandes guerras da humanidade a estratégia historicamente é disposta no tabuleiro. Meninos com seus exércitos de bonecos.

Porém, o tempo está mudando. A comunicação cada vez mais ágil deixa o rei nu. Vide o que anda aprontando por aí blogueiros como Yoani Sánchez, sem falar da Turquia, Portugal e as recentes manifestações no Brasil.

Existe uma outra questão neste boot de informações que andamos vivenciando. Em meio a tantas bandeiras, que mundo almejamos? Para onde caminhamos?

Seria sonhador de mais dizer que procuro por um mundo, como diria Rubem Alves, de relacionamentos de frescobol, onde quando um perder todos perdem e não de ping pong, em que para um lado ganhar o outro necessariamente precisa perder?

A humanidade ainda está longe de abandonar o tabuleiro de xadrez ou de pelo menos curtir o jogo pelo jogo. Mas, com certeza, algo grande está para acontecer. E não haverá como esconder as intenções e os jogos duplos de outrora, expostos de uma maneira totalmente nova neste milênio. Se antes andávamos em terra de cego, agora temos mil olhos, em toda parte, em todo canto. Não há mais onde se esconder.

4 comentários:

  1. o jogo vai indo, vai indo...e uma hora tem q terminar, sempre há a hora do cheque mate.
    vamos ver no que vai dar... meio q assusta
    bjs

    ResponderExcluir
  2. Sabe Alexandre, uma amiga um dia comentou comigo. Nunca devemos temer o futuro, pois ele pode nos reservar belas surpresas. Acho que só de pensar assim, já atraímos coisas boas. O difícil é manter a mente positiva o tempo todo. Obrigada pela sua visita.

    ResponderExcluir
  3. Querida Malu, que bom que você está de volta, sempre a nos brindar com seu pensamento lúcido e ao mesmo tempo lúdico, uma espécie de alerta em tempos de anestesia generalizada. Tem razão, há mil olhos a nos espreitar, embora sem a sensibilidade para nos enxergar verdadeiramente. Welcome back!

    ResponderExcluir
  4. Kátia, você tocou em um ponto importante. Nem tudo que se vê é assimilado, ou como você bem disse, "enxergado". Obrigada pelo carinho.

    ResponderExcluir